Você sabe como o FGC pode proteger seus investimentos?
3 de janeiro de 2019
Entenda sobre investimentos de médio prazo
14 de fevereiro de 2019
Exibir tudo

Tire suas dúvidas sobre Renda Variável

renda variável

renda variável

Todo mundo gosta daquele dinheiro extra no final do mês, não é? O problema é que, para muitas pessoas, investimentos são complexos e arriscados demais e, por isso, elas preferem não ir atrás dessas oportunidades de renda. Um tipo de investimento que, especialmente, gera um pouco mais de desconfiança diz respeito às rendas variáveis, porém, a renda variável não precisa ser um bicho de sete cabeças. Com um pouco de pesquisa e conhecimento do mercado, é possível encontrar um investimento de renda variável que seja ideal para o seu perfil de investidor.

Está se perguntando se agora é o momento certo para realizar um investimento? Aprenda o que é a renda variável e veja se esse é o modelo ideal para você.

O que é renda variável?

Um investimento de renda variável é um investimento que podemos chamar de imprevisível. Isso não quer dizer que seja um investimento ruim. Ele é chamado de imprevisível apenas porque não é possível prever, ao certo, qual será o retorno – ou lucro – dele. É exatamente por isso que um ativo de renda variável é considerado arriscado por muitas pessoas.

Renda variável é um tipo de investimento que pode sofrer maiores oscilações, e tais oscilações podem ser positivas ou negativas. Ou seja, podem ocorrem momentos em que você irá estar perdendo parte do que aplicou inicialmente, ou também estar com um ganho muito alto frente ao valor inicialmente aplicado. É a velha história de que risco e retorno caminham juntos.

Resumidamente, então, um investimento de renda variável é mais passível de oscilações – tanto negativas quanto positivas – e o valor resgatado pode ser menor, igual ou maior à quantia investida inicialmente.

Renda variável X renda fixa.

Pela descrição acima você pode já ter entendido, então, a diferença entre a renda variável e a renda fixa, certo? Funcionando de maneira oposta, em um investimento de renda fixa é possível saber, com alto nível de previsibilidade, quais serão os rendimentos de acordo com o investimento inicial, tempo de investimento, taxa de juros e muito mais.

E claro, pelos mesmos motivos, dificilmente um investimento de renda fixa dará lucros altos em pouco tempo, já que não há a possibilidade de oscilação alta e rápida como na renda variável.

Para entender de forma mais aprofundada a diferença entre essas duas formas de investimento, indicamos que você também confira este artigo aqui.

Então, qual é o melhor?

Não existe resposta correta para essa pergunta quando se trata de investimentos. O melhor ou mais adequado irá depender do seu perfil de investidor, da quantia disponível para investir, quanto tempo você está disposto a esperar por lucros, a disposição para correr riscos e outras características importantes.

No caso da renda variável, uma vantagem em relação à renda fixa diz respeito ao pontecial de altos retornos, principalmente no longo prazo. Porém, para realmente decidir investir, é preciso, primeiramente, entender se esse investimento é certo para você. Depois, com bastante pesquisa, entendimento dos diferentes tipos de investimentos em renda variável e uma instituição financeira confiável, você consegue tirar seus planos do papel e começar a investir!

Esse é o tipo de investimento certo para você?

Quer saber se está na hora de investir em ativos de renda variável? Então, você deve fazer a seguinte pergunta para você mesmo:

“Estou disposto a correr riscos maiores para ter a possibilidade de ganhos maiores?”

Se a resposta for não, provavelmente esse tipo de investimento não encaixa no seu perfil, porém, se você se identificou, esse pode ser o caminho certo para você.

Em geral, os investidores com perfil mais dinâmico, agressivo e capazes de lidar bem com a imprevisibilidade são os que procuram os investimentos de renda variável. E claro, é bom pensar também que esse tipo de aplicação é mais adequada para investidores um pouco mais experientes, afinal, ela possui operações um pouco mais complexas.

Por último, também é interessante que a pessoa tenha uma reserva para emergências, caso ocorram, já que não há previsibilidade para o retorno das aplicações.

E aí, acredita que está na hora de investir nos ativos de renda variável? Confira alguns exemplos desse tipo de investimento e comece a planejar!

Exemplos de investimentos com renda variável.

  • Mercado de ações: as ações são os ativos mais conhecidos de renda variável. Uma ação equivale à menor parte de uma empresa e, ao adquirir, o investidor se torna sócio desse negócio. Então, os lucros serão de acordo com os lucros dessa empresa ou com a venda das ações à medida que elas se valorizam no mercado. Da mesma forma, os prejuízos acontecem devido à desvalorização das ações da empresa.
  • Fundo imobiliário: dizem respeito aos investimentos em empreendimentos imobiliários. Em sua modalidade mais comum, os investidores aplicam dinheiro para construção de prédios como shoppings, agências bancárias, prédios comerciais e outros. Os lucros são a partir do aluguel pago nesses prédios, por exemplo, que é dividido entre os cotistas do fundo.
  • Mercado de câmbio: o câmbio aposta na volatilidade de uma determinada moeda. Os investidores lucram de acordo com a valorização dessa moeda no cenário econômico. Esse é um investimento considerado bastante arriscado, afinal, as moedas se valorizam e desvalorizam de forma bastante dinâmica.
  • Derivativos: provavelmente são os ativos mais complexos dentro dos ativos de renda variável. Para explicar de maneira simples, os derivativos possuem esse nome pois sua valorização depende de outros ativos no mercado. Ou seja, são ativos que derivam de outros.

Esses são somente alguns exemplos de investimentos desse tipo, que podem ser uma excelente oportunidade de rendimentos extra se feitos de forma consciente e com uma instituição financeira de confiança.

Se quiser aprender e se aprofundar um pouco mais sobre demais tipos de investimento, você pode acessar outros artigos no nosso blog e entender qual se encaixa melhor no seu perfil.

Formulário de Contato

NOME COMPLETO
E-MAIL
ASSUNTO
DEIXE SUA MENSAGEM
×