Como as notícias movimentam o mercado da bolsa
30 de outubro de 2017
Bolsa de Valores – entenda o que é realidade e o que é mito
6 de novembro de 2017
Exibir tudo

Qual a importância de diversificar investimentos? Como diversificar?

Quando uma pessoa começa a investir, ela precisa ter um conhecimento básico sobre alguns pontos que serão essenciais para seu sucesso. Por exemplo, é necessário compreender a diferença entre investimentos de renda fixa e variável, saber sobre liquidez e prazo de vencimento das aplicações, conhecer as principais taxas e mais. (Aqui mesmo no blog, nós já fizemos um artigo com 20 dos principais termos do mercado financeiro – você pode conferir clicando neste link!)

E no meio disso tudo, um dos pontos mais importantes que alguém deve conhecer, é sobre a diversificação. Essa simples palavra pode ser decisiva para que alguém tenha sucesso com seus investimentos e deve ser tratada com um cuidado especial.

Diversificar os investimentos, além de trazer melhores oportunidades de ganhos e rentabilidade, garante que quem aplica seu dinheiro tenha mais segurança e não fique à mercê de apenas uma fonte de renda.

Mas afinal de contas, você sabe o que é diversificar? Sabe por que isso é realmente importante? E mais, você sabe como começar a diversificar os investimentos?

Fique tranquilo! A seguir vamos explicar tudo para você.

O que significa diversificar?

No mundo dos investimentos, diversificar, como a própria palavra já diz pelo senso comum, significa aplicar o seu dinheiro em diferentes produtos, a fim de maximizar lucros e evitar prejuízos financeiros significativos.

Mas afinal de contas, como isso acontece? Como a diversificação se torna tão importante para o sucesso de um investidor? Vamos explicar a partir das duas principais razões que citamos pelas quais se deve apostar na diversificação:

Evitar perdas

Imagine que você descobriu uma aplicação extremamente interessante para seus objetivos e necessidades atuais e, então, resolveu aplicar todo seu dinheiro nela. Essa aplicação se encaixava perfeitamente em seus planos. Então, pensando de forma superficial, você fez um ótimo negócio!

Imagine agora que alguns meses depois houve um imprevisto em sua vida e você precisa do dinheiro que aplicou. Porém, como você não se importou com a liquidez do investimento, agora não será possível resgatá-lo (não sem grandes perdas). Então, você se encontra em uma situação terrível, pois colocou todo o seu dinheiro apenas nesse investimento e não tem outras fontes a que recorrer.

Esse tipo de cenário representa um dos motivos pelos quais um investidor inteligente precisa diversificar suas aplicações. Se você coloca todo o seu dinheiro em um único investimento, fica totalmente à mercê das suas condições e, por melhores que elas pareçam isso pode ser um “tiro no pé”. Já se você aplica quantias um pouco menores em diferentes tipos de investimentos, com condições variadas, você se protege não apenas contra imprevistos que podem surgir em sua vida pessoal, como também contra reviravoltas do mercado – que podem acontecer a qualquer momento.

1.   Maximizar lucros

Outro ponto importante sobre a diversificação é a oportunidade que essa ação oferece para que o investidor consiga mais lucros.

O mercado financeiro está em constante mudança e ao mesmo tempo em que as coisas podem não estar indo tão bem para certos tipos de investimentos, outros podem estar em alta e rendendo boas quantias.

Se você aplica todo o seu dinheiro em apenas um tipo de investimento, além de ficar sujeito às suas perdas e outros imprevistos – como citamos acima – você perde a oportunidade de se aproveitar do bom momento de outras aplicações e fica com os rendimentos limitados.

Afinal, não é sempre que é possível resgatar o dinheiro rapidamente para aproveitar as boas oportunidades que surgem. Por isso manter suas aplicações diversificadas também é importante para ter melhores resultados em termos de rentabilidade.

Como diversificar os investimentos

E agora que você já sabe da importância de diversificar sua carteira de investimentos, é hora de saber como você pode, de fato, fazer isso.

Se você está começando a aplicar agora, é normal que se fique apreensivo diante da tarefa de diversificar. Porém, é importante pensar em nisso desde sempre!

Em geral, o ideal quando se trata de diversificação é que o investidor aposte em diferentes mercados (de ações, renda fixa e etc), para que se possa aproveitar o melhor de cada um sem correr muito risco. É interessante variar os tipos de investimento, sempre tendo algum dinheiro em aplicações mais estáveis, de renda fixa, e algum dinheiro em outras mais arriscadas e voláteis.

Além do mais, é possível diversificar levando em conta também outros pontos como a liquidez dos investimentos. Normalmente em aplicações com baixa liquidez é possível conseguir retornos melhores, então você pode aplicar uma parte do dinheiro nelas e manter outra parte aplicada em algo que renda menos, mas que te dê a opção do resgate imediato.

Claro, as melhores estratégias sempre devem ser definidas de acordo com a realidade do investidor e com suas expectativas em termos de rentabilidade, segurança e etc. Por isso é sempre importante ter um bom plano de investimentos e também contar com a ajuda de especialistas para tomar suas decisões financeiras.

Fique ligado nos conteúdos em nosso blog e, caso precise, também entre em contato com nossa equipe! Vamos adorar te ajudar a tomar as melhores decisões.

Formulário de Contato

    NOME COMPLETO
    E-MAIL
    ASSUNTO
    DEIXE SUA MENSAGEM
    ×
    Ajuda? Chat via WhatsApp